.

.

segunda-feira, 19 de abril de 2010

De Fortaleza à Águas de Lindóia num Fusca

Muitos amigos de Fortaleza viajaram para Lindóia, logicamente de Avião.

Acontece que todos nós, sempre temos um amigo meio maluco e nós não fujimos a regra.

O Dennis Wolfgang é um Paulista-Cearense bonachão. Um cara gente boa e amigo para todas as horas. Sendo ele um dos grandes colecionadores de carros antigos de Fortaleza, restaurou um Fusca 1.300 ano 1979 para presentear um tio avô que mora em São Paulo e resolveu ir no mesmo de Fortal para Águas de Lindóia com sua esposa Gil.

Hoje, contomos sua viagem, pois diariamente ele mandava seu diário de bordo por e-mail.

Os relatos são copias fieis dos e-mail que recebi.


DIÁRIO DE BORDO

1º dia: Fortaleza (Ce) a Salgueiro (PE)

Amigo Fred.

Apenas hoje tive contacto com Internet, pois no dia de ontem a Internet estava " Fora do Ar " em Salgueiro-PE em virtude de chuvas muito fortes. Assim, informo que de Fortaleza-CE até Salgueiro-PE percorremos 610Km, boa parte debaixo de chuva, em aproximadamente 8 horas, com 52l de gasolina, perfazendo uma velocidade média de 76,25 Km/h a 11,73 km l.

A opção de pernoitar em Salgueiro deveu-se ao fato de que, a partir desta cidade, a melhor (e praticamente única) nova opção de hospedagem seria quase 300km adiante, em Euclides da Cunha-BA. Por o trecho ser muito ermo e, no passado, MUITO perigoso (era até bem pouco tempo parte integrante do "Polígono da Maconha") ficamos em Salgueiro para sair bem cedo.

Imprevistos:

- O cabo do velocímetro pediu demissão na noite do domingo ao saber que iria andar quase 3 mil km. Em Salgueiro compramos outro que deverá ser substituído no decorrer da viagem. A Velocidade e o odômetro estão sendo controlados pelo GPS.

- Uma Scania beeeeem pequenininha, morrendo de inveja do desempenho do Fusca na estradas DESTRUÍDAS a partir de Barro-CE, jogou uma pedrinha no para brisas, que era verde, degradé Okm..........Mas só trincou. Até o momento! rsrs

- A "Rebelião do Parafusos de Roda" foi debelada, quando o líder do movimento foi descoberto e aniquilado a tempo. Por garantia, todos os outros 15 parafusos sindicalizados ofereceram-se em sacrifício e foram substituídas por novos. Que são especializados, trabalham melhor.....e por menos.

Um abraço!............Dennis & Gil














2º dia: Salgueiro (PE) a Jequié (BA)

Amigo Fred.

De Salgueiro-PE a Jequié-BA percorremos 727 Km, novamente boa parte debaixo de chuva, em aproximadamente 10,5 horas, com 60l de gasolina, perfazendo uma velocidade média de 69,23 Km/h a 12,11 km\l.

O trânsito divide-se em 2 partes. Até Feira de Santana-BA praticamente não há. Mas em compensação, de lá em diante, até Jequié-BA a quantidade de caminhões é impressionante. A onde é livre e descida (raros trechos)tem que aproveitar e colocar velocidade, pois adiante COM CERTEZA haverá uma fila de carretas e Bi-trens há 50 Km\h para ser ultrapassada - Tarefa facílima para um motor de 36CV (hahahaha!)

Assim, estava anoitecendo e decidimos pernoitar em Jequié, embora até Vitória da Conquista seja próximo (150KM), a chuva e o trânsito estavam muito pesados.

Imprevistos: Neste trecho, nenhum. Só as carretas fazendo ultrapassagens em subidas e curvas. O Velocímetro continua falecido.

Um abraço!............Dennis & Gil











3º dia: Jequié (BA) a Governador Valadares (MG)

Amigo Fred.

De Jequié-BA à Governador Valadares-MG percorremos 703Km, quase inteiro debaixo de chuva, em aproximadamente 11 horas!!!!(putz!), com 57l de gasolina, perfazendo uma velocidade média de 63,90 Km/h a 12,33 km\l.

O trânsito está MUITO intenso, e há obras na pista. Assim, por várias vezes interrompem a passagem de veículos em uma das mãos de tráfego e ficamos parados durante 10 a 15 minutos. Outra dificuldade são os ventos laterais. Quando a pista está livre e em condições, a chuva e o vento não permitem andar rápido.

Mas a viagem está ótima e inclusive (como podem ver nas fotos) tem mais gente indo para Águas de Lindóia, de Motorhome....só fiquei na dúvida se é Karmann-Ghia ou Turiscar.

Imprevistos:

-Mecânicos: Apenas completamos o nível do óleo após 2 mil km e os pivôs da suspensão dianteira (que são OKM) começaram a bater. Só pode ser peça falsificada. Velocímetro ainda falecido. Acho que vou mandar rezar missa de 7o dia pra ele.

-Tráfego: Um Scania da Perdigão achou que o VW vermelho era salsicha e ficou nos perseguindo durante uns 50 km. Mas despistamos ele a tempo.

Um abraço!............Dennis & Gil







4º dia: Governador Valadares (MG) a Congonhas (MG)

Amigo Fred.

Saímos de Governador Valadares mais tarde (8 horas) pois aproveitei a estrutura do hotel para ressuscitar o velocímetro e atrasar um pouco o ponto de ignição do Fusca.

Diga-se de passagem, o hotel é muito interessante pois é um antigo prédio comercial com um cinema em baixo que foi reformado. A parte da sala de exibição hoje é a garagem, e estacionamos os carros literalmente na primeira fileira!

A viagem até Belo Horizonte foi mais tranquila pois tem menos tráfego que nos dias anteriores.

Como era cedo, optamos por passar direto, pegar a BR-040 para Juiz de Fora e ir até Congonhas para, ainda de dia, visitarmos a igreja de Bom Jesus de Matosinhos, onde estão os 12 profetas esculpidos por Aleijadinho. O plano era ótimo, mas..... Imprevistos: Quando estávamos na BH-Juiz de Fora,às 15:30hrs, os carros que vinham na outra mão davam sinal de luz. Após mais 5km, o trânsito parou. Ainda andou e parou um pouco, até que parou totalmente. Resultado: 6 horas parados na estrada, centenas de motoristas fora de seus carros, batendo papo e dando risada (pelo menos! aparece cada figura nessas horas....), esperando a retirada de uma carreta de sucata que virara na pista e bloqueava tudo. Isso a apenas 25 Km de Congonhas. Assim, quando o tráfego foi liberado às 22:00 hrs, fomos para Congonhas.

P.S.: O Fusca não deu problema nenhum. Nada. Só botar gasolina, e pé em baixo.
Um abraço!............Dennis & Gil





















5º dia: Congonhas (MG) à Águas de Lindóia (SP)

Amigo Fred.
Depois de uma rápida noite de sono, pegamos a viatura e dirigimo-nos à Águas de Lindóia.

Na noite passada, no engarrafamento na estrada, conheci um entregador de bolachas que me deu a dica de um "corte de caminho" onde economizaríamos quase 100 km. Assim, logo cedo, fomos visitar a igreja de Bom Jesus de Matosinhos e, tudo embarcado, fomos em direção à uma localidade chamada "Maranhão". Pista de terra e tótens da estrada real pelo caminho nos mostrávamos a direção. E após uns 10km.....e não é que o entregador estava certo! Muito buraco e após deixarmos São João Del Rey e Lavras para trás, pegamos a Fernão Dias. Mais 155Km, saímos dela e fomos, via Pouso Alto para Ouro Fino e finalmente Águas de Lindóia! Chegamos às 15 horas.

Números:

Percurso total: 2.903km.

Tempo em deslocamento: 40 horas e 30 minutos.

Velocidade média: 56,3 Km\h, pois calcula também o tempo em que estivemos parados no tráfego.

Km média por litro de gasolina: 12,3 Km\l

Baixas no Fusca: Um pára brisas (levei outra pedrada hj....o que é bom, pois prefiro números pares-hahahaha!), um cabo de velocímetro, 16 parafusos de roda, 1l de óleo lubrificante. Pivôs da suspensão batendo um pouco.

Baixas no piloto: Tendinite no pé direito de fazer força no acelerador.

Baixas na navegadora: Não aguenta mais olhar para mapas e fazer contas.

Um abraço a todos! Dennis & Gil










Fotos: Gil e Dennis Wolfgang

Fonte: www.planeta-fusca.blogspot.com

Um comentário:

Borjão disse...

Eu posso falar estive em Aguas de Lindoia e vi! Parabéns pela coragem e espirito aventureiro

Também tenho esse Espirito por isso admiro muito vc´s

Um abração

Borjão
Blog www.encontrocomborjao.blogspot.com